Bauru recebe 3ª Vara da Família

O Tribunal de Justiça de São Paulo inaugurou, na última quinta-feira (2), a 3ª Vara da Família e das Sucessões da Comarca de Bauru. A solenidade aconteceu no Salão do Júri do fórum, com a presença do presidente do TJSP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti. Bauru conta com aproximadamente 213 mil processos em andamento, 12 mil deles relacionados à área da Família. A nova unidade, que é totalmente digital, receberá distribuição diferenciada por seis meses para alcançar o número de feitos das demais.

A juíza Regina Aparecida Caro Gonçalves, titular da vara inaugurada, falou sobre as metas da atual gestão da Presidência, para tornar o Judiciário paulista mais produtivo e tecnicamente diferenciado. Destacou o projeto “Justiça Bandeirante”, iniciativa para identificar e recapacitar os funcionários do TJSP nas melhores práticas do uso do Sistema de Automação da Justiça (SAJ). “Compreendemos a importância do uso dos recursos tecnológicos para que a Justiça possa oferecer uma resposta ágil e cumprir seu escopo de pacificação social”, afirmou.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Bauru, Alessandro Biem Cunha Carvalho, também fez uso da palavra. Para ele, a instalação da 3ª Vara é momento de grande importância para a população, em razão da grande movimentação de feitos envolvendo conflitos familiares na cidade. “Desejo à juíza Regina Gonçalves muito sucesso nesse novo desafio e estou certo que fará um grande trabalho, assim como os outros juízes das varas de Família.”

O prefeito Rodrigo Agostinho também compareceu ao evento e colocou o Poder Executivo à disposição para auxiliar o TJSP na busca por melhores instalações. “Estamos muito satisfeitos com a inauguração de hoje. Sabemos como os três poderes são cobrados pela população e também as dificuldades que enfrentam. A nova unidade é motivo de comemoração.”

Ao encerrar a solenidade, o presidente Paulo Dimas agradeceu a colaboração de todos que tornaram possível a instalação da 3ª Vara da Família. E exaltou o trabalho dos magistrados e servidores do Judiciário paulista, que considera um quadro de excelência. “A Justiça paulista é abençoada, porque, apesar da crise vivida pelo País, conta com profissionais motivados, que atuam diuturnamente com empenho e dedicação para oferecer o melhor à população”, destacou.

A mesa de honra da solenidade também foi composta pelo presidente da Câmara de Bauru, vereador Arildo de Lima Junior; o juiz diretor do Fórum de Bauru, João Thomaz Diaz Parra; e o coordenador adjunto da 32ª Circunscrição Judiciária – Bauru, desembargador Carlos Paulo Travain. Também compareceram ao evento o promotor de Justiça Luiz Eduardo Sciuli de Castro, que representou o procurador-geral de Justiça; o deputado estadual Pedro Tobias; o juiz assessor e chefe do Gabinete Civil da Presidência do TJSP, Fernando Figueiredo Bartoletti; a juíza diretora da 3ª Região Administrativa Judiciária de Bauru, Ana Carla Criscione dos Santos; o coordenador da Associação Paulista de Magistrados na Circunscrição de Bauru, juiz Fábio Correia Bonini, representando o presidente; o coordenador do Núcleo Regional da Escola Paulista da Magistratura, juiz José Cláudio Domingues Moreira, representando o diretor; o promotor Julio Cesar Rocha Palhares, representando o presidente da Associação do Ministério Público; os juízes de Bauru Ana Lucia Graça Lima Aiello, André Luis Bicalho Buchignani, Benedito Antonio Okuno, Claudio Augusto Saad Abujamra, Davi Marcio Prado Silva, Elaine Cristina Storino Leoni, Enio Móz Godoy, Gilmar Ferraz Garmes, Jayter Cortez Junior, João Augusto Garcia, Marcelo Andrade Moreira, marina Freire, Natasha Gabriella Azevedo Motta, Ricardo Venturini Brosco, Rodrigo Otávio Machado de Melo, Rossana Teresa Curioni Mergulhão e Ubirajara Maintinguer; os promotores de Bauru Gustavo Zorzella Vaz, Hercules Sormani Neto e Libório Alves Antonio do Nascimento; a defensora pública coordenadora da regional de Bauru, Rosileine Aparecida da Silva; o secretário-geral da OAB – Seção São Paulo, Caio Augusto Silva dos Santos, representando o presidente; o delegado de polícia diretor do Deinter-4, Marcos Buarraj Mourão; o delegado de polícia seccional de Bauru em exercício, Luiz Roberto Saud Bertozzo; o ex-comandante geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, coronel PM Benedito Roberto Meira; o comandante do CPI-4, coronel PM Airton Iósimo Martinez; o comandante da 6ª Circunscrição do serviço Militar de Bauru, tenente-coronel do exército Marco Antonio Estevanatto; o chefe de Estado Maior do CPI-4, tenente-coronel PM Walter de Oliveira; o comandante do 4º BPM, tenente-coronel PM Flávio Jun Kitazume; Francisco Leoni Neto, assessor parlamentar do deputado estadual Roberto Massafera, representando-o; Silvia Azambuja, assessora parlamentar do deputado estadual Celso Nascimento, representando-o; os vereadores de Bauru Sandro Bussola e Miltinho Sardin; demais autoridades civis e militares, juízes, integrantes do Ministério Público, defensores públicos, advogados, servidores e jurisdicionados.

TJSP