Mutirão incentiva reconhecimento paterno – Ação é promovida pela 2ª Vara Cível de Marabá

A 2ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Marabá vai promover, nos próximos dias 22 e 23, o Mutirão do Pai Presente. O objetivo é incentivar o reconhecimento espontâneo de paternidade na unidade judiciária. Para participar do mutirão, as partes interessadas foram intimadas previamente.

De acordo com o juiz Thiago Vinicius de Melo Quedas, que responde pela 2ª Vara Cível Empresarial de Marabá, o mutirão se deve à constatação do significativo número de crianças em Marabá sem identidade paterna em seus registros de nascimentos.

Ainda segundo o magistrado, as audiências incentivarão o reconhecimento espontâneo da paternidade. Caso não haja o mencionado reconhecimento, será realizada imediatamente a coleta do material genético para exame de DNA.

O juiz Thiago Quedas ressaltou que o Mutirão Pai Presente implicará a celeridade na resolução dos processos que envolvem investigação de paternidade, além de possibilitar o estreitamento das relações familiares, não apenas por conta da paternidade biológica, mas, sobretudo, pela paternidade socioafetiva.